Saúde e Curas Pela Natureza

10 atividades físicas para quem não gosta de academia

10 atividades físicas para quem não gosta de academia

(texto)

Foto: iStock

Você sabe que precisa praticar exercícios físicos para evitar uma série de doenças, aumentar sua longevidade e ter uma qualidade de vida melhor, mas você simplesmente detesta a academia, os aparelhos e as repetições infinitas e não consegue manter uma rotina de treinos.

Embora os treinos na academia tragam muitos benefícios, eles não são os únicos a proporcionar diversas vantagens ao seu corpo e à sua saúde. Conheça 10 atividades físicas que não requerem que você frequente uma academia tradicional e ainda vão te fazer muito bem:

1. Natação

Foto: iStock

Se você busca uma atividade física para movimentar o corpo inteiro e ainda melhorar sua capacidade respiratória, saiba que a natação é uma excelente alternativa à academia.

Esse exercício fortalece os grupos musculares dos membros superiores, inferiores, costas e peitoral, além de desenvolver a coordenação motora e a flexibilidade ao mesmo tempo em que causa baixo impacto às articulações. Para quem quer emagrecer, vale mencionar que uma hora de natação em ritmo moderado queima cerca de 500 calorias.

2. Hidroginástica

Foto: iStock

Apesar de ser um exercício completo, a natação pode exigir um condicionamento físico que você ainda não tem. Nesse caso, a dica é fazer aulas de hidroginástica, que hoje em dia não são mais exclusividade da terceira idade, embora esses praticantes ainda sejam a maioria.

Leia também: 10 canais do Youtube para se exercitar e aprender a dançar em casa

Os movimentos ajudam a melhorar o equilíbrio e a coordenação motora, fortalecem o sistema cardiovascular e promovem o relaxamento. Além disso, a hidroginástica costuma ser recomendada para pessoas com problemas nas articulações, pois a água evita o impacto e o desgaste.

3. Corrida

Foto: iStock

Você reparou que o número de praticantes de corrida vem aumentando nos últimos anos? Isso não é à toa, pois essa atividade fortalece os músculos das pernas, melhora a capacidade respiratória e cardiovascular e promove uma queima de gordura significativa.

Além disso, a corrida estimula a liberação de hormônios ligados à sensação de bem-estar, ajudando a combater sintomas de estresse, ansiedade e depressão.

4. Caminhada

Foto: iStock

Você ainda não consegue correr ou não pode causar tanto impacto às suas articulações, mas gostaria de praticar uma atividade física ao ar livre? Então você também pode optar pela caminhada, um exercício superdemocrático que pode ser praticado por pessoas de todas as idades.

Embora o gasto calórico seja menor do que na corrida, a caminhada também melhora a circulação e a respiração, deixa você mais disposta e relaxada e ainda diminui os riscos de osteoporose, hipertensão, diabetes, AVC e infarto.

Leia também: 7 hábitos noturnos que são vilões do emagrecimento

5. Dança

Foto: iStock

As aulas de dança são divertidas, fortalecem o sistema cardiorrespiratório, desenvolvem a coordenação motora e o equilíbrio e tonificam os músculos. Além disso, essa é uma atividade física que permite conhecer novas pessoas, melhora a autoestima e ajuda a diminuir a ansiedade, contribuindo para seu bem-estar físico e mental.

Existe uma série de modalidades diferentes de dança, como dança de salão, samba de gafieira, sertanejo universitário, forró, zouk, tango, dança do ventre, flamenco, balé etc. Basta escolher aquela pela qual você mais se interessar!

6. Zumba

Foto: iStock

Embora também seja uma espécie de dança, a zumba merece uma menção à parte por misturar os movimentos ritmados ao som da música latina com os exercícios físicos propriamente ditos. Dessa forma, as coreografias incluem agachamentos, avanços e outros movimentos que fortalecem principalmente a musculatura inferior e do core.

Uma aula de zumba pode promover a queima de 600 a 1000 calorias dependendo de sua intensidade, além de estimular o metabolismo, a eliminação de toxinas e a capacidade cardíaca.

7. Lutas e artes marciais

Foto: iStock

A popularização do MMA fez com que muitas pessoas procurassem aulas de muay thai, boxe e outros tipos de lutas e artes marciais – mas desde já é importante dizer que as aulas não incluem nenhum tipo de violência!

Leia também: 5 coisas que acontecem com o seu cérebro quando você para de praticar atividades físicas

O muay thai utiliza movimentos como socos, cotoveladas, joelhadas e chutes, tudo devidamente acompanhado do instrutor. O boxe, por sua vez, também tem socos e chutes, incluindo corrida, abdominais e corda para melhorar o condicionamento físico.

Seja qual for a luta que você escolher, todas vão proporcionar fortalecimento muscular, aumento do gasto calórico, desenvolvimento da coordenação e da força e, claro, uma excelente forma de aliviar a tensão.

8. Circo

Foto: iStock

Cama elástica, corda e barras elevadas: os elementos típicos do picadeiro são colocados ao seu alcance nas aulas de circo, que trabalham os músculos, o equilíbrio, a força e a flexibilidade. Como os movimentos não exatamente simples, a prática evolui de forma gradual, permitindo que os alunos desenvolvam o preparo e o condicionamento físico necessários.

Pelas características dos movimentos, as aulas de circo não são indicadas para pessoas com problemas de coluna ou hérnia, por isso é importante fazer uma avaliação médica antes de iniciar a atividade.

9. Pilates

Foto: iStock

O pilates é uma atividade física que pode ser adaptada conforme a idade, o peso, as limitações e as necessidades de cada praticante, de forma que os movimentos propostos a você serão escolhidos de forma personalizada.

Leia também: Marmita fitness: dicas e sugestões para compor a sua

Essa modalidade fortalece a musculatura, previne lesões, melhora a postura, promove a consciência corporal e ajuda a aliviar as dores, possibilitando um ganho no bem-estar físico e mental.

10. CrossFit

Foto: iStock

Muito mais do que virar pneus enormes, o CrossFit é uma atividade física que mistura elementos da ginástica olímpica, exercícios aeróbicos e levantamento de peso, tudo de forma bastante intensa, colocando o corpo para trabalhar pesado.

Os principais benefícios dessa atividade são o aumento da força e da resistência muscular, a melhora da coordenação motora, o fortalecimento do sistema cardiorrespiratório e um ganho de agilidade e equilíbrio, além de uma intensa queima calórica.

Se você ainda não encontrou uma atividade física para você, saiba que existem diversas outras opções, como yoga, treino funcional, bicicleta, spinning aquático, jump etc. Independente do gasto calórico, todas elas vão oferecer benefícios para seu corpo e sua mente, contribuindo muito para a sua saúde – o mais importante é escolher uma atividade física que te agrade. Você não precisa ir à academia para viver bem!

(texto)
Fonte/Autor do Conteúdo Postado

Comente com seu Facebook

Deixe um Comentário