Gerais sobre Natureza/Ambiente

As plantas parecem perder a consciência quando sedadas

plantas

(texto)

plantas
plantas | Foto: inhabitat

As plantas estão conscientes? Um novo estudo descobriu que os anestésicos trabalham na flora – mas o que exatamente está acontecendo aqui? O biólogo de células vegetais da Universidade de Bonn , Frantisek Baluska, disse ao New York Times : “As plantas não são apenas dispositivos robóticos e de resposta ao estímulo. Eles são organismos vivos que têm seus próprios problemas, talvez algo como humanos com dor ou alegria. Para navegar nesta vida complexa, eles devem ter alguma bússola”.

As plantas podem ser congeladas com anestésicos, descobriram pesquisadores, incluindo os medicamentos utilizados em humanos durante a cirurgia. As descobertas dos pesquisadores podem nos ajudar a aprender mais sobre anestesia – e plantas. Uma equipe de cientistas de instituições da Alemanha, Japão, República Tcheca e Itália expôs várias plantas diferentes a substâncias como éter e lidocaína. Eles descobriram, por exemplo, que as plantas de ervas expostas ao vapor de éter de dietilo param de se mover e os seus tendrils se enrolam. Uma trilha volante de Venus não respondeu ao estímulo semelhante a um inseto que se movia através dele – suas células realmente pararam de disparar, de acordo com o New York Times.

As plantas pareciam voltar à vida quando a anestesia desapareceu – quase como se tivessem recuperado a consciência. Baluska disse ao New York Times: “Como os organismos estão percebendo o meio ambiente ou respondendo ou adaptando são baseados em princípios muito semelhantes”.

As membranas celulares mudam sob anestesia, crescendo mais flexível. As membranas de algumas das células da raiz da planta sob anestesia tiveram dificuldade em realizar tarefas que normalmente fariam. As membranas também são chaves para transferir mensagens de uma célula para outra via eletricidade , e alguns cientistas pensam que a atividade elétrica em todos os neurônios contribui para a consciência em seres humanos.

Mas quando perguntado se as plantas estão realmente conscientes ou não, Baluska disse: “Ninguém pode responder a isso porque você não pode perguntar”.

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com




(texto)
Fonte/Autor do Conteúdo Postado

Comente com seu Facebook

Deixe um Comentário