Remédios Caseiro / Naturais

Beterraba crua ou cozida, qual é melhor?

A beterraba deve ser consumida, preferencialmente, crua e ralada

(texto)

A Embrapa, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, afirma que “existem três tipos de beterraba: a beterraba açucareira, usada para produção de açúcar; a beterraba forrageira, usada para alimentação animal; e aquela cujas raízes são consumidas como hortaliça, sendo a mais conhecida no Brasil”. Por aqui, come-se a beterraba crua ou cozida. Mas, você qual é a melhor forma?

Essa raiz é rica em açúcares e ferro. Por conta disso, a nutricionista Carina Muller indica o seu consumo para “auxiliar no tratamento desde anemias, hemorroidas, sangramentos do trato digestivo, úlceras na pele até artrite reumatoide e bronquite crônica”. Confira mais detalhes sobre esse ingrediente e se é melhor comer a beterraba crua ou cozida.

Crua ou cozida: como comer beterraba?

A melhor forma de consumir a beterraba é crua e fria, pois o calor destrói as propriedades da betalaína, pigmento natural que deixa a raiz roxa, considerado um poderoso antioxidante.

A beterraba deve ser consumida, preferencialmente, crua e ralada

A beterraba é conhecida por ser eficaz contra anemia (Foto: depositphotos)

A Embrapa ensina que “a raiz deve ser preferencialmente consumida crua e ralada, na forma de salada. Neste caso não é preciso descascá-la mas somente raspá-la com uma faca”.

Para quem prefere o cozimento dos alimentos, dá para incluí-la na sopa, em bolos e suflês. Porém, “deve-se evitar cozinhá-la em excesso para evitar perda de nutrientes”, diz o site da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, que também sugere congelar a raiz ralada, caso queira usar em ocasiões posteriores.

Veja tambémAumente a massa muscular tomando suco da beterraba

Quais são os benefícios da beterraba?

Para a nutricionista Carina Muller, tanto a raiz como as folhas da beterraba podem ser consumidas. No seu blog, ela cita diversos benefícios da beterraba. Entre eles, o fato desse ingrediente conter uma quantidade considerável de zinco.

Cerca de 100 gramas de beterraba contém 7% dos valores diários de zinco necessários para uma dieta equilibrada. Desta forma, ele melhora a imunidade, pois reforça as defesas do nosso organismo.

A raiz também contém ferro e vitamina B12 elementos fundamentais para prevenir a anemia. Além disso, consumir beterraba crua ou cozida, “auxilia no controle da pressão arterial e numa boa função muscular: contém nitratos que promovem ação vasodilatadora, além disso é rica em potássio, mineral importante para manter uma função muscular e vascular adequadas”, define a nutricionista.

A beterraba, tanto crua como cozida, previne gripe e resfriados

A hortaliça, em todas as suas variações, é rica em zinco, ferro e fibras (Foto: depositphotos)

Outro ganho nutricional ao inserir a beterraba na sua dieta é que ela também contém vitamina C. Essa substância é uma prevenção importante contra gripes, resfriados e infecções.

Veja também: Beterraba para reduzir a pressão arterial

A vitamina C também atua como antioxidante e, na prática, influencia no combate ao envelhecimento precoce por meio da eliminação dos radicais livres e no combate ao câncer, que nada mais é do que a proliferação celular.

Para as pessoas que querem emagrecer ou diminuir a taxa de colesterol ruim, consumir beterraba é uma estratégia excelente, pois a raiz é rica em fibras. “Como tem alto teor de fibras, atuam no trato digestivo, dificultando e reduzindo a absorção de gorduras no intestino”, explica Muller.

A beterraba tem contraindicações?

A beterraba é um alimento extremamente nutritivo, porém algumas pessoas não podem consumi-la.

Quem alerta é a nutricionista Carina Muller: “portadores de pedras nos rins de oxalato de cálcio devem evitar o consumo excessivo de beterraba, pois é rica em ácido oxálico, principalmente suas folhas, componente que prejudica a absorção do cálcio e promove a formação de cálculos de oxalato”.

Como comprar beterraba?

Sabendo de todos esses benefícios, você sabe como escolher beterraba? Se não, fique atento, pois a Embrapa ensina. “As raízes devem ser firmes, sem sintomas de murcha, com cor vermelho intenso, sem rachaduras, sem sinais de brotação e com o mínimo de cortiça (tecido escuro) no ombro”.

Veja também: Suco de cenoura, laranja e beterraba para revigorar a saúde e a beleza

Se você preferir comprar a beterraba já ralada ou picada, escolha as raízes que estejam protegidas por filmes de plástico. “É fundamental que esse produto esteja exposto em gôndolas refrigeradas para garantir a sua adequada conservação, pois quando mantido em condição ambiente deteriora-se rapidamente”.

Como conservar a beterraba?

Não congele a beterraba ralada ou picada, pois ela perde a cor e o sabor

A raiz ralada, muito usada em saladas, é a melhor forma de consumir a hortaliça (Foto: depositphotos)

Depois de comprar a beterraba é importante saber como conservar o alimento da melhor forma. Para isso, a Embrapa orienta:

Fora da geladeira, a beterraba se mantém por até uma semana, desde que o local seja fresco e longe da luz solar;

– Em geladeira, a beterraba pode ficar até 15 dias. Deixe-a embalada em saco de plástico com pequenos furinhos para entrada de ar;

– Se a beterraba estiver descascada, conserve-a na geladeira somente por 4 dias;

– No congelador, só mantenha as beterrabas cozinhadas e inteiras em embalagem à vácuo. Não congele a beterraba ralada ou picada, pois ela perde a cor e o sabor.

Quais os valores nutricionais da beterraba?

O site da nutricionista Carina Muller traz uma tabela com os valores nutricionais de 100 gramas da Beterraba. Confira.

Calorias: 48.8 kcal
Carboidratos: 11,1 gramas
Proteínas: 2 gramas
Fibra alimentar: 3,4 gramas
Cálcio: 18.1 miligramas
Vitamina C: 3,1 miligramas
Fósforo: 19,4 miligramas
Manganês: 1,2 miligramas
Magnésio: 24,4 miligramas
Lipídios: 0,1 gramas
Ferro: 0,3 miligramas
Potássio: 375,1 miligramas
Zinco: 0.5 miligramas
Sódio: 9,7 miligramas

Veja também: Saiba como fazer e quais as indicações do lambedor de beterraba

(texto)
Fonte/Autor do Conteúdo Postado

Comente com seu Facebook

Deixe um Comentário