Saúde e Curas Pela Natureza

Calmantes Naturais

Calmantes Naturais

(texto)

Calmantes Naturais

Estamos sempre com a sensação de que o tempo passa muito rápido, não é? Vivemos em um “ciclo de correria” que não tem fim e que, muitas vezes, gera prejuízos para a saúde e para a qualidade de vida.

Não por acaso, nos dias de hoje, muita gente sofre ou conhece alguém que sofra de depressão, ansiedade ou algum outro problema que peça o uso de algum calmante. Infelizmente, esse tipo de problema vem crescendo no mundo todo.

Calmantes naturais são muito usados para o combate da ansiedade, estresse e irritação causado pelo o dia a dia agitado. Durante o dia, somos sujeitos à ansiedade e estresse desnecessários, causados por maus hábitos que se tornam rotina com o decorrer dos dias.

Para combater os males da mente, os médicos costumam receitar remédios como os ansiolíticos, que barram a ansiedade e ajudam a tratar certos tipos de depressão. O perigo é o exagero na hora de recomendar esse tipo de tratamento: entre 2006 e 2010, a venda dos famosos “tarja preta” aumentou 36% no Brasil. Ou seja, a população está mais estressada.

Como alternativa para esse uso excessivo, que pode causar sérios efeitos colaterais e até dependência, alguns apontam para os fitoterápicos, que são feitos com plantas e agem de forma semelhante às drogas sintéticas. Quem nunca ouviu o conselho de tomar chá de camomila para se acalmar?

Na hora de comprar fitoterápicos, procure ficar atento ao rótulo do produto. Nele, há o número de registro da ANVISA. Para ser registrado, o remédio deve passar por testes que comprovam sua eficácia, segurança e qualidade.

Muitas substâncias naturais podem ajudar quem, por diversos motivos, precisa “se acalmar”. Mas, vale destacar, essas substâncias não fazem milagres; devem estar associadas a outros fatores como, por exemplo, algumas mudanças de comportamento. Além disso, em alguns casos, pode ser mesmo necessário o tratamento medicamentoso – neste caso, orientado por um médico.

Tratamento Fitoterápico

Calmantes Naturais

A fitoterapia é considerada uma especialidade médica, que é tratada na área da medicina alopática, ao contrário da homeopatia e da acupuntura, que são terapias alternativas. O tratamento fitoterápico tem demonstrado cada vez mais a sua eficácia. Como qualquer tratamento, requer antes um diagnóstico correto da doença para que a planta utilizada seja eficaz. Vale a pena lembrar que as plantas também costumam ter efeitos colaterais. Consulte sempre um médico para saber a dosagem correta para o seu caso.

  • Melissa: Também conhecida como erva-cidreira, tem óleos essenciais que acalmam levemente. Tem efeito sedativo, calmante, espasmolítico, digestivo e sonífero.
  • Camomila: A camomila é formada por tanino, cânfora, ácido antêmico e um óleo essencial escuro muito utilizado no tratamento da gota, problemas de circulação, reumatismo e inflamações. Esta flor pode ser usada dentro do travesseiro no combate à insônia, estresse e ansiedade devido a seu papel calmante natural.
  • Erva-de-São-João : A erva tem efeito superior ao do placebo e similar aos medicamentos antidepressivos em depressões leves e moderadas. A utilização da erva de São João não deve ser feita sem orientação médica, especialmente em associação com outros medicamentos.
  • Passsiflora: Essa espécie de maracujá ajuda a controlar crises de ansiedade e depressão. Ação relaxante e antidepressiva, analgésica, antiespasmódica, hipotensora e sedativa. Esta planta medicinal também induz o sono e o relaxamento muscular.
  • Valeriana: Suas propriedades são extraídas da raiz. O uso da valeriana como calmante natural faz com que haja redução do nervosismo, e proporciona uma noite reparadora de sono.
  • Lúpulo: O lúpulo possui propriedades relaxantes, calmantes, antibacterianas, antissépticas, diuréticas, entre outras. Neste sentido, entre vários outros efeitos, o lúpulo pode ajudar no tratamento de agitação, ansiedade e perturbações do sono.

Alimentos que Diminuem a Ansiedade

Calmantes Naturais
  • Banana: A banana contém triptofano, precursor da serotonina, o hormônio da sensação de bem-estar. É rica em potássio, um mineral que nos ajuda a combater os nervos e o estresse, e também beneficia nossos músculos.
  • Abacate: O alto teor de vitaminas do complexo B que o abacate contém melhora nosso humor graças à liberação de serotonina e dopamina.
  • Alface: A alface não é muito conhecida por suas propriedades medicinais. No entanto, este vegetal é ideal para prevenir e tratar ansiedade e outros distúrbios nervosos, como a insônia.
  • Aveia: A aveia é um superalimento muito nutritivo com a dupla virtude de relaxar o sistema nervoso e de acalmar o nervosismo e ansiedade, ao mesmo tempo que nos fornece energia e vitalidade.
  • Cacau: O cacau puro, que não deve ser confundido com o chocolate industrializado, é rico em triptofano, um aminoácido que promove a produção de serotonina. Este transmissor neuronal tem a capacidade de nos fazer sentir felizes.

Óleos Essenciais que Acalmam

Calmantes Naturais

A aromaterapia é uma ferramenta auxiliar que pode ser decisiva no combate à ansiedade, além de hiperatividade infantil. Os aromas dos óleos essenciais trabalham as emoções e geram sensação de bem estar, calma e tranquilidade quando bem utilizados. Veja abaixo algumas sugestões de óleos essenciais que têm poderes terapêuticos de calmantes naturais:

  • Óleo essencial de lavanda: O óleo de lavanda tem efeito calmante e relaxante. É considerado também um restaurador do sistema nervoso, ajudando na busca da paz interior, sono, inquietação, irritabilidade, ataques de pânico, estômago nervoso e tensão nervosa em geral.
  • Óleo essencial de Ylang Ylang: Pode tratar a ansiedade e depressão devido a seus efeitos calmantes e promotores do bom humor. Ele pode ser usado para acalmar a taquicardia e palpitação nervosa, podendo ainda ser usado como um sedativo moderado, ajudando também no combate à insônia.
  • Óleo essencial de Olíbano: O olíbano é ótimo para tratar a depressão e ansiedade, pois promove uma energia calma e tranquila, bem como uma conexão espiritual profunda. Na aromaterapia, ele ajuda a aprofundar o estado meditativo e aquietar a mente.

Atitudes que você pode tomar para manter a calma

Calmantes Naturais

Não basta colocar todas suas expectativas em cima de calmantes naturais! É preciso se esforçar no dia a dia para ser uma pessoa mais calma, para combater o estresse. E isso pode ser conseguido com algumas orientações simples:

  • É importante ter uma vida equilibrada em relação à alimentação, que deve ser rica em frutas, verduras, legumes, gorduras e proteínas, que são fontes de vitaminas e minerais, que atuam no relaxamento.
  • Pratique uma atividade física como uma caminhada no parque ou aquela que você se sinta bem.
  • Inclua no seu dia a dia atividades que relaxam como a ioga e meditação.
  • Antes de dormir, prepare-se para tal: não assista TV no quarto, apague todas as luzes e não utilize aparelhos eletrônicos. Faça da sua noite de sono um ritual agradável e relaxante.

Nem sempre é fácil se manter calmo diante da correria e das adversidades do dia a dia, mas olhar para essa necessidade com atenção já é um grande passo. Faça os ajustes necessários! Se o problema for mais sério procure ajuda de um médico e relatar todas suas dificuldades neste sentido, para que ele indique o melhor tratamento para o seu caso.

(texto)
Fonte/Autor do Conteúdo Postado

Comente com seu Facebook

Deixe um Comentário