Bichos

Flagrantes incríveis da fauna e da flora vencem concurso da Sociedade Britânica de Ecologia

Flagrantes incríveis da fauna e da flora vencem concurso da Sociedade Britânica de Ecologia

(texto)


Todos os anos, a Sociedade Britânica de Ecologia (British Ecological Society) realiza o concurso de fotografia Capturing Ecology e convida biólogos/ecologistas e estudantes de Biologia de todo o mundo para participar. O resultado, obviamente lindo, revela flagrantes incríveis da fauna e da flora pelo planeta.

Os vencedores foram escolhidos por um juri composto por cinco fotógrafos ecologistas – e estão sendo apresentados no encontro anual Ecology across Borders, promovido pela instituição, que começou hoje e vai até 14/12, reunindo 1.500 ecologistas de cerca de 60 países para discutir os últimos avanços da pesquisa ecológica.

Dividido em seis categorias – com dois vencedores em cada: um profissional e outro estudante de Biologia -, o prêmio tem um grande vencedor e um vice-campeão profissionais e um vencedor estudante. Eis os escolhidos, a começar por estes:

OS GRANDES VENCEDORES
Com o registro de uma jaguatirica em trilha noturna no Peru, Christopher Beirne, da Fundação Universidade de Exeter e Crees, conquistou o prêmio principal.

Trata-se de um registro muito importante já que aconteceu em área degradada pela agricultura durante muitos anos e que foi abandonada, o que permitiu a volta da natureza. A imagem revela a jaguatirica aproveitando trilhas naturais criadas pelo homem para perseguir suas presas no Peru. Ele contou: “A fotografia foi tirada em uma área de terra, totalmente limpa para agricultura há muitos anos atrás, entre 30 e 50. Documentar a vida selvagem que retornou à medida que a floresta se recuperou não era apenas um privilégio real, também mudou minha perspectiva sobre o valor da terra degradada em áreas tropicais“.

No site da instituição, a Dra. Hazel Norman, sua Diretora Executiva, comentou: “A imagem de Christopher é uma entrada espetacular. Ele conseguiu capturar um gato selvagem incrivelmente evasivo e esquisito, que é principalmente ativo durante a noite”.

Na mesma categoria, Mark Tatchell ficou em segundo lugar com o flagrante de um tucano:

O aluno que venceu nesta categoria foi Leejiah Dorward, da Universidade de Oxford, com um camaleão fotografado na Tanzânia:

ÍNTIMO E PESSOAL
Aqui, o que vale é a complexidade da natureza, revelada pela foto em close-up ou macro fotografia.

Vencedor principal: Roberto García Roa, da Universidade de Valência, com um lagarto (Lolita da Anolis) trocando de pele.

Estudante vencedor: Karen O’Neill, KerryLIFE, da Universidade de Dundee, com o reflexo das árvores na água.

ECOSSISTEMAS DINÂMICOS
A interação entre diferentes espécies dentro de um ecossistema. 

Vencedor principal: Zoe Davies, da Universidade de Kent, autor da belíssima foto que ilustra este post – e que repito aqui -, que revela um urso tentando pescar um salmão que salta da água no Alasca.

Estudante vencedor: Leejiah Dorward, da Universidade de Oxford, que flagrou o momento em que uma serpente dá o bote e pega pássaro num galho, na Tanzânia.

INDIVÍDUOS E POPULAÇÕES
Um olhar único sobre uma espécie em seu habitat, esteja ele sozinho ou faça parte de um grupo. 

Vencedor principal: Nilanjan Chatterjee, do Wildlife Institute of India, que apresenta momento família: um tigre com seu filhote.

Estudante vencedor: Leejiah Dorward, da Universidade de Oxford, que flagrou pássaro abanando sua cauda longa após banho tropical, na Colômbia.

ECOLOGIA E SOCIEDADE
Um olhar sobre como as pessoas e a sociedade se envolvem com a vida selvagem e seu meio ambiente.

Vencedor principal: Leejiah Dorward, University of Oxford, com um morcego nycterid que, ao entrar numa casa, aciona uma armadilha de câmera.

Estudante vencedor: Adam Rees, da Universidade de Plymouth, que registrou a tentativa de salvamento de uma tartaruga fêmea que encalhou numa praia da costa africana.

ECOLOGIA EM AÇÃO
A prática da ecologia em ação. 

Vencedor principal: Dominic Cram, da Universidade de Cambridge, flagrou suricatos em busca de um ‘café da manhã’ mais substancioso.

Estudante vencedor: Nick Harvey, da Universidade de Manchester e do Chester Zoo, fotografou a aplicação de sedativo em um rinoceronte, por pesquisadores, na África do Sul.

A ARTE DA ECOLOGIA
Uma peça criativa e original sobre fotografia que denote a ecologia.

Vencedor principal: Jesamine Bartlett, da Universidade de Birmingham e do British Antarctic Survey, fotografou uma enorme fenda em um lago sueco, que divide o gelo branco com uma cicatriz negra profunda.


Estudante vencedor: Sanne Govaert, da Universidade de Ghent, registrou o efeito causado por uma borboleta em um recipiente transparente.

Fotos: Divulgação

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

(texto)
Para ver a Fonte – Clique aqui

Comente com seu Facebook

Deixe um Comentário