Saúde e Curas Pela Natureza

o que comer e o que evitar para ficar longe desse desconforto

o que comer e o que evitar para ficar longe desse desconforto

(texto)

Foto: iStock

Se você sofre com rinite alérgica, é possível que sempre tenha em mente uma lista de suspeitos responsáveis por causar o desconforto, como ácaros, poeira, pólen, pelos de animais, entre outros. Mas, você já parou para pensar que a sua comida também pode ser culpada?

De acordo com o otorrinolaringologista do Hospital CEMA Marcelo Mello, esta é uma possibilidade que você, definitivamente, deveria considerar, inclusive na hora de tratar uma crise alérgica.

“Atualmente, com o desenvolvimento das pesquisas no campo da imunoalergologia, já se sabe que o aspecto nutricional é participativo do processo de prevenção e cura de algumas doenças respiratórias”, explica. Isso ocorre porque, enquanto alguns alimentos têm ação anti-inflamatória, bactericida, fluidificante e descongestionante que melhoram o sistema imunológico, outros, como os alimentos muito temperados, ativam a resposta alérgica, piorando os quadros de coceira, espirros, congestão nasal e falta de ar.

A seguir você encontra uma lista feita pelo especialista com dicas do que comer e do que evitar para passar longe da rinite.

Alimentos que melhoram os desconfortos da rinite

Foto: iStock

Começando pelo copo meio cheio, isto é, pelos alimentos indicados para quem sofre com o problema. Marcelo Mello cita que as vitaminas, os minerais, os óleos e as enzimas são as substâncias mais benéficas, por serem expectorantes naturais que também ajudam na eliminação do muco. Veja abaixo onde encontrá-las:

Leia também: 12 remédios para aliviar dores no ouvido

Água: presente em dez a cada dez listas de alimentos benéficos à saúde, a água atua, no caso da rinite alérgica, como um hidratante para o organismo, que irá ajudar a fluidificar as secreções e a lubrificar as mucosas.

Grãos e sementes: por conterem flavonoides, substância de efeito anti-inflamatório, alimentos como castanhas, sementes de linhaça, entre outros, são aliados no tratamento da rinite.

Chás: além da sensação de aconchego e de relaxamento que eles proporcionam, os chás também possuem flavonoides, o que significa mais ação anti-inflamatória.

Peixes o segredo está no Ômega-3, substância que protege as vias aéreas e auxilia no combate às inflamações. Sendo assim, dê preferência por peixes ricos na substância, como atum, sardinha e salmão.

Frutas cítricas: graças à presença de vitamina C e de antioxidantes em abundância, frutas como limão e laranja são aliadas no fortalecimento do sistema imunológico.

Leia também: 20 hábitos saudáveis para incluir na rotina e ter mais qualidade de vida

Frutas e vegetais: esses alimentos sempre são saudáveis, mas, no caso da rinite alérgica, dê preferência aos vegetais de verde mais escuro, pois eles contém clorofila, substância antioxidante. Outra boa opção é consumir cenoura, manga, acerola e abóbora, já que elas também são antioxidantes graças aos carotenoides.

Alho e cebola: de acordo com Marcelo Mello, os dois ingredientes sempre deveriam ser usados como tempero, já que possuem enzimas capazes de combater infecções por bactérias, vírus e fungos, uma boa para quem tem rinite alérgica.

Abacaxi: entre todas as frutas, o destaque para o abacaxi é justificado por ele conter bromelina, uma substância que reduz a inflamação e a congestão nasal.

Gengibre: não é à toa que ele está presente em diversos remédios para gripes e resfriados. Isso se deve ao fato de o gengibre ter ação adstringente e expectorante.

Mel: outra presença quase garantida nos remédios para gripe e resfriados, o mel tem propriedades bactericidas, anti-inflamatórias, fungicidas e expectorante, isto é, um prato cheio para quem sofre com rinite alérgica.

Leia também: Os 5 melhores chás para acabar com a tosse

Vale reforçar que esses alimentos servem tanto para combater quanto para prevenir as crises de rinite. Sendo assim, o ideal é incluí-los nas refeições do dia a dia, principalmente aqueles de uso cotidiano, como frutas, vegetais, grãos, alho e cebola. Já quando a rinite “atacar”, reforce também o consumo de alimentos pontuais, como abacaxi, mel e gengibre.

Alimentos que pioram os desconfortos da rinite

Foto: iStock

Pois é, falar que a dieta influencia na rinite significa que ela também pode ter um efeito negativo dependendo dos alimentos consumidos. De maneira geral, Marcelo diz que “comidas muito quentes ou alimentos muito temperados e ácidos ativam a resposta alérgica por meio da histamina, que tem uma poderosa ação vasodilatadora”. Como exemplo, ele cita a capsaicina presente na pimenta que, como muita gente sabe por experiência, “faz o nariz escorrer, coçar, entupir, além de provocar espirros”, diz.

Confira a seguir outros alimentos que devem ser evitados por quem sofre com a rinite:

Trigo e cereais: alimentos como cevada, milho, aveia, centeio e farinha de trigo representam um problema duplo para quem tem rinite. De um lado, aspirá-los pode desencadear problemas respiratórios, como asma e bronquite. De outro, seu consumo aumenta a produção de muco devido ao glúten.

Doces: principalmente os que levam chocolate. Mais do que o açúcar, o grande problema está no fato de esses alimentos geralmente conterem outros ingredientes potencialmente alergênicos, como leite, soja, nozes e amendoim, que podem inflamar a mucosa nasal.

Leia também: Isso é o que acontece com o seu corpo quando você bebe apenas água por 30 dias

Bebidas alcoólicas: elas provocam a vasodilatação e a obstrução nasal, ou seja, melhor ficar com a água, com o chá e com o suco de limão.

Leites e derivados: a culpa pela piora da rinite com o consumo desses alimentos é da caseína, uma proteína que, ao deixar o muco mais espesso, dificulta o tratamento de doenças respiratórias.

Alimentos industrializados: que eles fazem mal para a saúde como um todo não é novidade. No caso da rinite, os sulfitos, nitritos, conservantes e corantes presentes em enlatados, embutidos, fast-foods, etc. provocam piora da alergia e da dificuldade respiratória.

É claro que não é porque você tem rinite alérgica que nunca poderá comer chocolate, tomar uma cerveja, ou almoçar na praça de alimentação do shopping. A recomendação é fazer um consumo moderado desses alimentos, além de evitá-los em algumas situações, como em viagens ou antes de uma apresentação no trabalho, por exemplo.

(texto)
Fonte/Autor do Conteúdo Postado

Comente com seu Facebook

Deixe um Comentário