Remédios Caseiro / Naturais

Para quê serve o óleo de emu

O óleo de emu é capaz de aliviar dores musculares e nas articulações

(texto)

Você já ouviu falar sobre ou para quê serve o óleo de emu? Muitas pessoas leem sobre esse óleo e logo imaginam que seja uma solução oleosa extraída de alguma planta ou erva, até mesmo alguma raiz.

O que muita gente não sabe é que o emu é um animal, mais especificamente, uma ave. O óleo extraído desse ser vivo atua em várias áreas do corpo humano, é repleto de benefícios e uma eficiente solução medicinal.

A verdade é que o óleo de emu é um grande aliado da saúde humana, graças a várias propriedades contidas na solução oleosa resultante da extração animal. Em sua composição é possível encontrar ácidos graxos essenciais (ômega 3, por exemplo) e propriedades anti-inflamatórias e vitaminas A e E.

Tem se tornado popular devido aos benefícios que traz para a beleza física e no combate a alguns tipos de doenças. É também um óleo com ação antioxidante, que ajuda o corpo a se manter jovem, sadio e bonito.

O emu é uma ave que se assemelha, em partes, a um avestruz. Não é capaz de voar e é considerada uma das aves de grande porte, perdendo o título de “ave mais alta” somente para o próprio avestruz. Seu nome científico é Dromaius novaehollandiae, nome este que pode estampar também frascos e embalagens do óleo extraído.

Depois desta breve introdução, você deve estar curioso(a) para saber quais são as vantagens de usar o óleo de emu. Confira os principais benefícios e informações sobre a produção e comércio deste produto.

Para quê serve o óleo de emu e suas vantagens para a saúde

O óleo de emu não é uma novidade no mundo da medicina, pelo menos na medicina alternativa. Na verdade, ele é utilizado há muito tempo por aborígenes australianos. O povo nativo da Austrália é considerado o descobridor das funções desse óleo. Mais tarde a indústria farmacêutica abriu espaço para as características e benefícios deste produto.

O óleo de emu é capaz de aliviar dores musculares e nas articulações

O emu é uma ave australiana e é de onde se extrai o óleo (Foto: depositphotos)

Por isso, existe um pequeno espaço entre os primeiros usos do óleo de emu e a comprovação dos seus efeitos por parte da ciência farmacêutica e medicinal. O que vamos selecionar aqui são os benefícios comprovados por especialistas. Entenda:

Alivia dores musculares

O óleo de emu é capaz de aliviar dores musculares e nas articulações, o que é curioso, pois não se trata de um produto analgésico de fato. Esse efeito é causado pelas propriedades anti-inflamatórias da sua composição.

Pesquisas apontam que a aplicação do óleo de emu em regiões do corpo acometidas com dores tem efeito anti-inflamatório tão eficaz quanto o uso oral do ibuprofeno. Regula a função sanguínea, diminui o inchaço e reduz a dor.

Tem sido uma das opções naturais bastante procuradas por praticantes de esportes e exercícios físicos, como musculação e ginástica olímpica. Essas pessoas tendem a sofrer dores musculares devido a uso dos músculos, e usam o óleo de emu para amenizar dores e evitar problemas mais sérios.

É também um aliado da saúde dos idosos, devido aos seus benefícios nas articulações. Pessoas com idade mais avançada tendem a ter problemas nas articulações, principalmente nos membros inferiores. O uso desse produto natural é uma opção saudável de amenizar episódios de dores contínuas.

Veja também: Use óleo de gengibre e combata dores musculares, articulares e muito mais

Acredita-se também que o óleo de emu seja capaz de aliviar dores causadas por artrite e enxaqueca. Ainda é possível que seja uma saída para pessoas que tem dores de cabeça frequentes.

Acelera melhora e cicatrização de feridas

O óleo de emu também é cicatrizante e protege as feridas superficiais da pele. Isso se dá graças a sua composição, que beneficia a reconstrução da pele danificada e diminui o risco de infecção e de reprodução de bactérias no local ferido.

É indicado para pessoas que apresentam feridas causadas por doenças da pele. Feridas abertas que já apresentam estancamento e camada simples de cicatrização podem receber uma camada de óleo de emu antes de ser enfaixada. Vai acelerar a recuperação e proteger o local de possíveis ameaças.

Não existe contraindicação para esse uso, mas o óleo não deve ser usado em feridas recentes, que ainda sangram. Pode ser usado, inclusive, em cortes e incisões cirúrgicas. Previne, dessa forma, que as cicatrizes dos pontos fiquem muito perceptíveis.

Auxilia o sistema gastrointestinal de pacientes de câncer

Pacientes de tratamento de câncer, que passam por sessões de quimioterapia e radioterapia, podem ter episódios de inflamações gastrointestinais. Em alguns casos, é possível ainda que apareçam úlceras. Esses casos podem ser bastante dolorosos e tornar o tratamento bem mais complicado do que ele já é.

A inclusão do óleo de emu em refeições tem ação terapêutica, que auxilia o sistema gastrointestinal dos pacientes em tratamento contra o câncer. Isso evita que inflamações se desenvolvam nesse período.

Saúde da pele

O óleo de emu é um hidratante natural. Penetra nas camadas superficiais da pele e leva suas propriedades à todas as áreas da epiderme. É capaz de suavizar a pele de cotovelos, joelhos, mãos e calcanhares. Também melhora a aparência e saúde da pele em geral.

É excelente para combater a pele seca, pois hidrata, diminui a coceira e descamação. Além disso, é uma das melhores opções naturais para aumentar a circulação sanguínea da pele e a regeneração das células. É um remédio natural para queimaduras, danos causados pelo Sol e cicatrizes.

Veja também: Queimaduras do sol podem ser aliviadas com tratamentos caseiros

Também é indicado por muitos dermatologistas para o tratamento de problemas da pele como eczema e psoríase.

Uso estético (beleza da pele)

Além dos benefícios para a saúde da pele, o óleo de emu também traz vantagens estéticas. É um produto com grande potencial na prevenção e combate das rugas. Também é muito potente para diminuir as marcas de espinhas e acne no rosto e ombros. É usado também para manter a pele brilhosa e saudável. Isso reforça a ideia de pele saudável e bonita.

Auxilia no combate a infecções

Uma orelha furada, piercing ou mesmo tatuagem podem infeccionar em algumas ocasiões. Muitas podem ser as causas (alimentação ou sujeira, por exemplo), mas uma das opções naturais para resolver esse problema pode ser o óleo de emu.

Nesse caso, ele precisa ser indicado por um dermatologista. Isso porque a infecção precisa ser tratada por um especialista. Em alguns casos, o uso do óleo não é suficiente para o tratamento.

Alivia dores e rachaduras da amamentação

Dar de mamar a bebês é um ato muito bonito e muitas mães adoram ver a criança se alimentando. Entretanto, em alguns casos a amamentação pode acabar ferindo os seios e mamilos da mulher, causando dores, rachaduras e outros problemas.

O óleo de emu serve para atuar nessas situações. Além de aliviar dores causadas pela sucção, o óleo consegue diminuir rachaduras na auréola dos seios e nos mamilos em si. Também fortalece os seios, prevenindo que as dores apareçam.

Entretanto esse produto não deve estar no seio quando a criança for mamar. Use-o somente em períodos em que o bebê não vai precisar se alimentar, como durante o sono, por exemplo.

Diminui irritação e sangramento nasal

Quando aplicado dentro das narinas, o óleo de emu é capaz de diminuir a irritação das passagens do ar e hidratar as vias nasais. Quando temos gripe ou resfriado, nosso nariz fica vermelho e irritado. O óleo é recomendado para diminuir esse incômodo.

Já em relação a sangramentos nasais, eles acontecem – em alguns casos – porque a vias nasais estão secas ou ressecadas. Para tratar esse problema, use o óleo de emu. Além de hidratar, o produto conseguirá prevenir o surgimento de feridas.

É um ótimo óleo para massagens

Os ativos anti-inflamatórios do óleo de emu, assim como suas propriedades para a pele, fazem deste produto uma ótima opção para massagens relaxantes. Além de promover alívio e conforto durante a massagem, o óleo de emu serve para ajudar na circulação do sangue.

É recomendado para massagem nas pernas de idosos, pois alivia dores e ajuda na circulação do sangue, o que evita o aparecimento de varizes.

Veja também: Verdades e mitos sobre o aparecimento das varizes

Como é extraído o óleo de emu?

O óleo de emu é retirado da carne do animal de onde é extraída sua gordura

O óleo de emu é facilmente comercializado pela internet (Foto: Reprodução | Aliexpress)

Existem dois métodos de extração do óleo de emu. Para ambos, é preciso retirar a carne do animal e submetê-la a processos de aumento de temperatura. Por isso, o uso do óleo de emu não é opção para pessoas veganas, já que é necessário que a ave seja executada para a produção da solução.

O primeiro processo é realizado com a gordura do emu, que é colocada em água quente, onde ocorre a sifonação do óleo que se separa da gordura.

Você já deve ter percebido muitas vezes ao cozinhar algumas carnes (em receitas de sopa, por exemplo) que a carne libera um pouco de óleo na água. A sifonação é o processo de isolar o óleo da água.

O segundo processo é chamado de ‘rendimento a seco’. Diz respeito a desidratar a carne gordurosa em recipiente fechado e aquecido. Com o passar do tempo, o óleo se ‘desprende’ da carne.

Após a separação do óleo da gordura da carne de emu, ele passa por alguns processos para se tornar mais puro – retirando impurezas e resquícios da carne e do processo -, e então é comercializado. A indústria desse produto afirma que é possível obter cerca de 7,4 litros de óleo de um só emu.

Veja também: Dê adeus aos temidos furinhos na pele! Óleo natural reduz estrias e celulites

Onde comprar óleo de emu?

Infelizmente o óleo de emu não é tão fácil de encontrar assim. Isso porque o emu é um animal típico da Austrália, o que faz esse produto ser mais comum somente nesta região. Contudo, seu comércio atinge todo o planeta, através da exportação.

Apesar de não ser um artigo natural, o óleo de emu pode ser encontrado em algumas lojas que vendem esses artigos. Também é comum em lojas de produtos de medicina alternativa.

Contudo, para os que não querem procurar muito, o óleo de emu é facilmente comercializado pela internet, em sites de compra e venda. Também há lojas online que oferecem tanto o óleo puro quanto produtos derivados do óleo de emu. Vale a pena conferir.

(texto)
Fonte/Autor do Conteúdo Postado

Comente com seu Facebook

Deixe um Comentário