Produção de leite deve chegar a 35 bilhões de litros neste ano

(texto)

Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul são os maiores produtores

Dados do Relatório Socioeconômico da Cadeia Produtiva do Leite no Rio Grande do Sul, conduzido pela Emater e Instituto Gaúcho do Leite, mostram que o país está atingindo a marca de 35 bilhões de litros do produto anualmente e um faturamento de R$ 46,8 bilhões, uma produção impulsionada pelos estados de Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

O mercado interno é marcado pelo consumo de 156 litros por pessoa, por ano. Mais de 90 produtos existentes nas prateleiras dos supermercados, hoje, têm o leite ou a sua proteína na composição, segundo a Confederação da Agricultura e da Pecuária do Brasil.

Esse universo leiteiro mostra como a população brasileira encara o produto – e seus derivados – como alimentos que devem estar presentes no seu dia a dia. Mesmo que o setor ainda fale de queda na produção, outro mercado, o de alimentos especiais, é um dos que mais cresce, não só no Brasil, mas no mundo: a produção de produtos 0% lactose. A crescente demanda de consumidores fez com que as empresas investissem rapidamente em novas tecnologias para apresentar uma variedade mais expressiva de produtos, como iogurtes, requeijão, manteiga, queijos, doce de leite e sorvetes, por exemplo.

Uma das principais apostas da indústria de produtos lácteos é o uso de uma enzima inovadora da Novozymes, lançada em 2017, a Saphera®  que conquistou o primeiro lugar na categoria ingrediente funcional mais inovador, no prêmio “Fi Innovation Awards 2017”, a maior premiação da indústria alimentícia do Brasil.

A principal característica da Saphera® é alcançar de forma mais fácil, rápida e precisa índices residuais finais de lactose menores que 0,1% em produtos lácteos. Com essa tecnologia, os laticínios passaram a contar com uma ferramenta fundamental para entregar ao consumidor produtos com melhor perfil de sabor e com uma maior estabilidade do dulçor durante sua vida útil, além de atender aos novos níveis de lactose preconizados pela ANVISA , para a utilização da expressão “0% lactose” em leites UHT, iogurtes, creme, requeijão e leite em pó.

(texto)
Fonte/Autor do Conteúdo Postado

Comente com seu Facebook

Deixe um Comentário