Remédios Caseiro / Naturais

Quais produtos de limpeza caseiros não podem ser misturados

Alguns produtos de limpeza caseiros, se misturados, podem causar danos a saúde

(texto)

Você sabia que existem produtos de limpeza caseiros que não podem ser misturados? No dia a dia, a limpeza da casa é fundamental para quem faz questão de ver tudo sempre limpinho.

Muitas vezes recorremos a um arsenal de produtos de limpeza visando conseguir resultados mais rápidos e efetivos. Entretanto, algumas misturas nessa missão podem prejudicar a casa e a saúde de quem vive nela.

No mercado, a diversidade de produtos de limpeza é imensa. Eles estão lá de vários tamanhos, cheiros, tipos e funções.

Acabamos achando que misturar alguns produtos vai facilitar o trabalho, mas podemos, na verdade, estar mexendo com reações químicas e gases tóxicos.

5 combinações perigosas de produtos de limpeza

Alguns produtos de limpeza caseiros, se misturados, podem causar danos a saúde

Água sanitária e amônia são produtos que nunca devem ser misturados (Foto: depositphotos)

1- Água sanitária e vinagre

A água sanitária, conhecida por ser feita com hipoclorito de sódio, é um dos itens mais usados na limpeza da casa e de alimentos. Sendo um eficiente desinfetante, oxidante e alvejante, a água sanitária é capaz de matar bactérias, vírus e fungos.

O vinagre, especialmente o branco (de álcool), possui uma grande concentração de ácido acético, conhecido por ser desinfetante, desengordurante e capaz de eliminar odores.

Ambos são itens básicos para quem gosta de limpar bem a casa, principalmente banheiros e lavabos, assim como também são utilizados na higienização de frutas e verduras.

Ao misturar os dois é produzido cloro gasoso, que pode causar danos ao sistema respiratório de quem estiver perto. Não é recomendável nem que se use os dois no mesmo local, ainda que de forma separada. O ideal é usar um ou outro.

2- Detergentes e desentupidores de pia

Essa é uma mistura muito fácil de acontecer, uma vez que o detergente pode estar na pia onde foi utilizado o produto desentupidor. A junção desses dois produtos pode causar mal-estar, falta de ar e danos no sistema respiratório.

O problema entre esses dois é que a maioria dos desentupidores de pia são produtos muito fortes, que se utilizam de teores altos de ácidos e outros componentes, justamente para cumprir sua função de desentupir.

Alguns dos rótulos de desentupidores inclusive alertam para lavar bem (e somente com água) a área onde o mesmo foi aplicado antes de, por exemplo, lavar louças.

Isso se deve porque o detergente pode causar reações e liberar gases tóxicos e de cheiro forte, que podem ocasionar mal-estar.

Veja tambémProdutos de limpeza: Veja 5 verdades e 1 uma mentira sobre eles

3- Vinagre e bicarbonato de sódio

Essa junção não causa mal à saúde, mas é uma mistura praticamente inútil. Isso se deve porque as propriedades do vinagre e do bicarbonato de sódio, quando juntas, se anulam.

Enquanto o vinagre é um ácido, o bicarbonato de sódio é um composto básico, o que faz um anular o outro. O resultado da junção é basicamente água com acetato de sódio, que não serve de muita coisa.

Sendo um composto alcalino e abrasivo, o bicarbonato de sódio tem grande potencial para eliminar odores e ajudar em diversos tipos de limpeza, porém, junto ao vinagre seu efeito é quase nulo.

4- Água sanitária e amônia

A combinação de água sanitária e amônia (ou produtos que tenha amônia em sua composição) é bem perigosa. Na verdade, não se deve misturar alvejantes e desinfetantes com amônia nunca.

Quando misturadas, a reação química produz cloramina, que causa dores no peito e falta de ar. É um gás tóxico, que pode prejudicar muito a saúde e o bem-estar.

Veja também: Aprenda a fazer o descarte correto dos produtos de limpeza

E isso ainda pode piorar, pois se for usada uma quantidade muito alta de amônia junto a água sanitária ou alvejantes, pode produzir hidrazina, um gás mais tóxico ainda e que pode causa explosões e irritações.

5- Cloro e água oxigenada

Produtos à base de cloro não devem se misturar com produtos a base de água oxigenada e amônia, como alguns amaciantes, polidores e limpadores de vidro.

A união entre os dois tipos de produto pode causar irritações na pele e produzir cheiro forte, causando assim dor de cabeça.

Como evitar misturas perigosas com produtos de limpeza caseiros

Verifique os rótulos

É muito importante ler as informações que vêm nos rótulos dos produtos, principalmente a sua composição e o modo de uso. Verificar a embalagem muitas vezes nos salva de enrascadas e de usarmos os produtos de forma errada.

Em muitos rótulos também é possível encontrar especificações sobre outros produtos que podem reagir de forma negativa com aquele que estamos comprando.

Veja também: Esses três produtos multiuso facilitam e muito a limpeza de qualquer casa

Use luvas

Mesmo se estiver usando produtos sem misturá-los ou fazendo alguma limpeza rápida em algum cômodo, dê sempre preferência ao uso de luvas.

Alguns produtos de limpeza, principalmente de cômodos como banheiros e quintais utilizam de compostos fortes que podem causar irritações e reações alérgicas na pele.

Experimente utilizar luvas de borracha. Elas são fáceis de encontrar em supermercados e impedem que a pele entre em contato com os produtos de limpeza diretamente.

(texto)
Fonte/Autor do Conteúdo Postado

Comente com seu Facebook

Deixe um Comentário