Meio Ambiente

Trump irá abrir quase todas as águas dos EUA para a exploração petroleira – 05/01/2018 – Ambiente

(texto)


Publicidade

O governo Trump permitir novos projetos de explorao de petrleo e gs natural em praticamente toda a extenso das guas territoriais dos Estados Unidos, anunciaram as autoridades nesta quinta-feira (4).

O plano daria ao setor de energia amplo acesso a direitos de prospeco na maior parte da plataforma continental norte-americana, o que inclui as guas do Pacfico ao largo da Califrnia, as guas do Atlntico ao largo do Maine e a poro leste do Golfo do Mxico.

Jonathan Ernst/Reuters
O presidente dos EUA, Donald Trump, durante reuni
O presidente dos EUA, Donald Trump, durante reunio com seu gabinete

A proposta remove a proibio a perfuraes imposta pelo presidente Barack Obama em seus dias finais de mandato, para proteger mais de 40 milhes de hectares de rea na costa leste e nas guas rticas dos Estados Unidos. A reverso da proibio um srio golpe contra o legado ambiental de Obama e sinaliza que o governo Trump no est nem perto do final de seus esforos para remover todas as restries ambientais adotadas pelo seu predecessor, em um esforo por promover a produo nacional de energia.

O plano de autorizao de perfuraes surge logo depois de uma proposta separada para revogar os regulamentos de segurana para perfuraes na plataforma costeira adotados depois do desastre na plataforma petroleira Deepwater Horizon em 2010, e de uma deciso do Congresso para abrir o Refgio Nacional rtico da Fauna e Flora explorao de petrleo e gs natural.

“Estamos adotando um novo caminho para que os Estados Unidos dominem o setor de energia, especialmente na explorao offshore”, disse o secretrio do Interior Ryan Zinke ao revelar o plano, na quinta-feira. “Essa uma diferena clara entre fraqueza na energia e domnio na energia. Vamos nos tornar a mais forte superpotncia energtica do planeta”.

Lderes do setor de petrleo elogiaram muito a reverso, dizendo que j deveria ter acontecido h muito tempo.

“Creio que a norma deveria ser que todas as reas offshore estejam abertas a explorao”, disse Thomas Pyle, da American Energy Alliance. Ele disse que testes ssmicos seriam necessrios para avaliar as potenciais reservas de gs natural e petrleo no Oceano Atlntico, ainda que a obteno das licenas necessrias aos testes deva levar anos.

O presidente Trump assinou uma ordem executiva em abril exigindo que o Departamento da Energia reconsiderasse o plano de Obama para as reas offshore, que entrou em vigor h cinco anos e invoca uma clusula obscura de uma lei de 1953, a Lei das Terras da Plataforma Continental Estendida, para proibir a concesso de direitos de explorao em grandes reas do rtico e do Atlntico. Trump disse que a proibio “priva nosso pas de milhares e milhares de potenciais empregos, e de bilhes em riqueza”.

O novo plano no aprovar novas perfuraes instantaneamente. Sua redao final pode demorar at 18 meses, dizem especialistas, e, enquanto isso, diversos Estados, entre os quais alguns governados por republicanos, devem contest-lo, em um esforo por proteger suas guas costeiras.

Frank Knapp, presidente da Aliana de Empresas para Proteo da Costa, disse que centenas de pequenas empresas da costa leste norte-americana, de restaurantes e hotis a empresas de pesca comercial, se mobilizaram contra a autorizao a perfuraes nas guas territoriais de seus Estados.

“Isso no compatvel com turismo, pesca e recreao vibrantes. E isso que temos na costa leste”, disse Knapp. “A preocupao desses empresrios com seu ganha-po, com as economias locais. Todos vimos o que aconteceu na costa do Golfo do Texas depois da Deepwater Horizon”.

Um aspecto de especial interesse para as empresas de petrleo – e de especial preocupao para muitos legisladores da Flrida – ser a deciso do Departamento do Interior, como parte do plano, de abrir explorao a poro leste do Golfo do Mxico, disse Kevin Book, consultor de energia e diretor executivo da ClearView Energy Partners. Ele apontou que a rea atraente para o setor de energia porque existe boa infraestrutura na regio.

“Voc pode falar o quanto quiser do Atlntico, mas l estamos a 10 ou 15 anos de qualquer produo”, disse Book. Ele apontou que a medida ser aplaudida pelos demais Estados do Golfo do Mxico, como o Texas e a Louisiana, mas que os polticos da Flrida devem se opor a ela. Na manh da quinta-feira, o governador Rick Scott, da Flrida, republicano, prometeu que proteger a costa de seu Estado contra perfuraes.

“Pedi uma reunio imediata com o secretrio Zinke para discutir as preocupaes que tenho quanto ao plano”, o governador anunciou em comunicado. “Minha maior prioridade garantir que os recursos naturais da Flrida sejam protegidos”.

Os ambientalistas afirmam que esperam que diversos Estados combatam o plano, e o denunciaram como um presente s companhias de petrleo e gs natural. Diane Hoskins, diretora de campanhas da organizao sem fins lucrativos Oceana, definiu o projeto como “absolutamente radical” e disse que o governo estava ignorando a oposio dos governadores de Nova Jersey. Delaware, Maryland, Virgnia, Carolina do Norte, Carolina do Sul, Oregon e Washington medida.

Zinke disse que planejava conversar com o governador Scott e outros lderes estaduais, bem como com lderes do Congresso e “vozes das comunidades”, antes de concluir a preparao do plano.

“No vai acontecer do dia para a noite”, disse Zinke.

Book apontou que as perfuraes, caso aconteam, demorariam anos a comear, em muitas das reas afetadas, e que era provvel que outros Estados agissem para proteger suas reas costeiras.

“Quando eles chegarem ao plano final, muitas das coisas que eram possibilidades tero sido cortadas”, ele disse.

Traduo de PAULO MIGLIACCI

(texto)
Para ver a Fonte – Clique Aqui

[autor]
Comente com seu Facebook

Deixe um Comentário